Arrendamento Monte Gordo, aluguer férias de particular a particular

Registos povoa de varzim

Arrendamento Monte Gordo, aluguer férias de particular a particular

Apartamento para alugar de 1 até 3 pessoas com 1 quarto

  • Feriados Mar
  • Ideal para casal com bebé e casal
  • Crianças aceites
  • Ambiente : À beira da água, Tranquilo
  • Praia a 300m
  • Alojamento para Turismo (França) : 3 estrelas
  • Golfe, Cultura

Apartamento para alugar de 1 até 4 pessoas com 1 quarto

Sol, mar, areia fina e dourada. Se é isto que deseja, a minha casa está a 5 minutos a pé de todas estas maravilhas. Venha a Monte Gordo.

A casa é pequena e acolhedora, tem um quarto de casal com cama grande, cozinha, sala com sofá com duas camas individuais, casa de banho, mas especialmente tem uma varanda grande de onde se avista o mar e onde é muito agradável fazer as refeições. O local é calmo pois a rua não tem saída e normalmente só para ali vão os moradores. Aluguer Apartamento em Monte Gordo #68454 >

Apartamento para alugar de 1 até 6 pessoas com 2 quartos

Apenas a 5 minutos a pé da praia, esta casa climatizada inclui uma varanda/terraço.

A casa dispõe de todos os electrodomésticos (máq.loiça, máq. Roupa, ar condicionado na sala e/ou no quarto, combinado, micro-ondas, máq. café, torradeira, varinha mágica, TV Cabo, internet, etc). Aluguer Apartamento em Monte Gordo #48848 >

Apartamento para alugar de 2 até 5 pessoas com 2 quartos

Apartamento para alugar para 4 pessoas com 1 quarto

Apartamento para alugar para 6 pessoas com 2 quartos

  • Feriados Mar
  • Ideal para público em geral e sénior/seniores
  • Crianças aceites
  • Ambiente : À beira da água, Propício para o repouso
  • Praia a
  • Golfe, Festival, Cultura, Pesca

Apartamento para alugar para 8 pessoas com 3 quartos

Casa para alugar perto de Monte Gordo de 1 até 6 pessoas com 3 quartos

  • Feriados Mar
  • Ideal para público em geral e várias famílias
  • Crianças aceites
  • Ambiente : Sossegado, Natural
  • Praia a 800m
  • Golfe, Equitação, Pesca
  • Animais aceites

Casas de Campo para alugar perto de Monte Gordo de 1 até 8 pessoas com 2 quartos

  • Feriados Campo
  • Ideal para grupo e várias famílias
  • Crianças aceites
  • Ambiente : Encantador, Propício para o repouso
  • Lago a 1km
  • Gay friendly
  • Eco-turismo
  • Golfe, Festival, Equitação, Cultura, Pesca

Vivenda para alugar perto de Monte Gordo de 1 até 7 pessoas com 3 quartos

Vivenda para alugar perto de Monte Gordo para 6 pessoas com 3 quartos

Apartamento para alugar perto de Monte Gordo de 1 até 6 pessoas com 2 quartos

Apartamento T2 a 5 minutos a pé da praia e do centro da Vila (Selo Clean & Safe do Turismo de Portugal)

O apartamento está completamente equipado e mobilado e com WIFI Gratuito. Tem 1 quarto com cama de casal roupeiro e cómoda, 1 quarto com 2 camas individuais, com roupeiro, Sala com sofá cama (tem cama individual ou forma cama de casal), 2 casas de banho (1 completa e 1 c/ Poliban), varanda, com mesa, 5 cadeiras e com vista desafogada de mar e campo, cozinha espaçosa bem equipada. Garagem e elevador. Aluguer Apartamento em Altura - Castro Marim #8681 >

Recantos & Encantos de Portugal

Recantos & Encantos de Portugal

O nosso país é belo, cheio de cantos e recantos por descobrir e explorar. A nossa paixão é descobri-los em família, partilhar momentos e criar memórias e partilhar aqui essas aventuras convosco.

Recantos & Encantos de Portugal

Recantos & Encantos de Portugal

O nosso país é belo, cheio de cantos e recantos por descobrir e explorar. A nossa paixão é descobri-los em família, partilhar momentos e criar memórias e partilhar aqui essas aventuras convosco.

Cascata das Porqueiras mais um recanto nas Montanhas Mágicas

Cascata das Porqueiras mais um recanto nas Montanhas Mágicas

A aldeia tipíca de xisto Lomba de Arões situada na encosta sul da Freita é uma das mais bonitas desta região, senão mesmo do país, quando a avistamos ao longe a sua paisagem é digna de várias fotos tal a sua beleza.

Empoleirada num promontório e terminando numa pequena península onde está a igreja, o cemitério, algumas casas e vários canastros onde se guarda ainda hoje o milho, esta é uma aldeia ainda habitada e onde ainda se vive da agricultura. Daqui do largo perto da igreja saem dois caminhos que nos levam às aldeias abandonadas das Porqueiras com a sua bela cascata a cerca de 1km e das Berlengas a 2km.

Esta aldeia já foi alvo das nossas visitas, porém desta vez aproveitando o dia de sol e as cores do outono que começaram a pintar a serra, resolvemos ir conhecer em família a cascata das Porqueiras, a escolha não poderia ser mais perfeita.

Junto ao largo da pequena igreja está sinalizado o caminho do Vale Mágico que nos leva à Cascata, seguimos pelo caminho serra abaixo e depois de andarmos uns 750m chegamos a um pequeno cruzamento, à direita a Cascata e a aldeia das Porqueiras a 600m (ida evolta) e à esquerda a aldeia das Berlengas a 800m. Seguimos à direita e começamos a vislumbrar a pequena aldeia inserida em plena serra, se por um lado é bonito, por outro é triste ver o estado em que se encontra, completamente degradada, abandonada, sente-se muita nostalgia, o fontanário data de 1975, não foi assim há tantos anos que esta aldeia deixou de ser habitada. O caminho para a cascata passa mesmo pelo meio da aldeia, é como se entrassemos mesmo dentro das casas, no coração da aldeia.

A cascata das Porqueiras já se ouvia dali e mais à frente já a conseguíamos ver encaixada no vale, a queda tem cerca de 15 metros de altura, este é um dos locais mais remotos e belos da serra da Freita e que deve ser visitado.

A imagem da queda da castata é das mais belas que vimos até hoje, é quase como se fosse um postal ilustrado, o lugar é idílico!

O que custou mais foi mesmo voltar a subir até à Lomba mas que valeu a pena a visita, lá isso valeu, dos locais mais bonitos e das cascata mais lindas que vimos até hoje.

Se gostarem de natureza como nós, fotografia e aventura é um ótimo percurso que podem e devem fazer, recomendamos a visita a este lugar encantado em plenas Montanhas Mágicas.

Vejam mais fotos na nossa página Recantos & Encantos de Portugal, estamos com problemas ao tentar passar fotos no blogue na posição vertical.

Fizemos o percurso desde a Felgueira de Arôes, seguindo as indicações até à aldeia da Lomba, depois saímos pelo centro da aldeia pela serra em direção a Manhouce onde fomos visitar os poços junto ao núcleo rural.

Fomos à descoberta dos Poços da Barreira, Gola e Cilha em Manhouce

Fomos à descoberta dos Poços da Barreira, Gola e Cilha em Manhouce

Na aldeia de Manhouce em São Pedro do Sul fomos descobrir bem perto do centro três dos poços e cascatas nesta paisagem por entre as serras.

O primeiro poço que visitamos logo ali perto da estrada, o Poço da Barreira, junto a uma pequena ribeira, mas que nos deslumbra pela sua beleza.

Junto à ponte que passa mesmo no centro da aldeia, na antiga estrada nacional que ligava o norte ao sul de Portugal tem um parque de merendas a montante do rio seguimos as indicações e fomos ver mesmo ali perto o Poço da Gola.

Junto ao parque de merendas do outro lado da estrda, tem outra palca que indica o Poço da Cilha, seguimos por um caminho que descia por entre campos e nos levou diretamente ao local.

O Poço da Cilha foi uma bela descoberta, o lugar é simplesmente idílico, quando chegamos à ribeira atravessamos uma pequena ponte de madeira e seguimos o curso da água para baixo até à cascata que era simplesmente linda!

Quando chegamos o sol da tarde iluminava todo aquele espelho de água que se despenhava em queda e nos deixou deslumbrados.

Dali seguimos novamente até à pequena ponte onde estava um grupo que tinha acabado de descer a fazer canyoning desde o Poço da Barreira onde tínhamos estado antes e eles estavam a acabar de descer do poço. Seguimos pelo lado esquerdo que seguia ribeira acima e fomos descobrir uma cascata num local fantástico, a mais pequena disse mesmo que parecia o cenário de um filme.

Ficamos mesmo surprendidos pela beleza deste local, já tínhamos passado tantas vezes a Manhouce e nunca tínhamos visitado estes locais de pura beleza, valeu a pena termos parado e decidirmos ir explorar.

Pateira de Espinhel um recanto a visitar no Centro de Portugal

Portugal é um país cheio de recantos e encantos, hoje fomos à pateira, só conhecíamos a de Fermentelos junto da estalagem e ali em redor.

A Pateira é a maior lagoa natural da península ibérica, repartindo a sua localização pelos concelhos de Águeda, Aveiro e Oliveira do Bairro, antes da confluência do Rio Cértima com o Rio Águeda. É ladeada pelas freguesias de Óis da Ribeira, Fermentelos, Espinhel e Requeixo. Hoje fomos visitar o Parque de lazer de Óis da Ribeira onde se situa o famoso baloiço da Pateira, a verdade é que nem o fotografamos, estava sempre ocupado e a paisagem em seu redor é bem mais interessante, aqui pode fazer um pequeno passeio por pequenas pontes e passadiços junto à lagoa, tem também ali um bar muito giro com decoração a pedir que tirem ali fotos, tal como bicicletas antigas, um baloiço decorado entre outros.

É possível fazer percursos pedestres que ligam os vários pontos da pateira, embora com tempo de chuva tenham muito lama, pois são em terra batida.

Nós fomos de carro até ao parque de merendas e lazer de Espinhel onde era mesmo o lugar que queríamos visitar, depois de vermos fotos dali com os jacintos em flor, a verdade é que é um regalo para os olhos ver a paisagem com os jacintos floridos, mesmo sendo eles uma planta invasora que tem afetado muito a lagoa e os rios Águeda e Cértima, têm mesmo uma máquina para os limpar tal é a invasão, mas sem eles a paisagem não seria a mesma.

A pateira é um lugar também privilegiado para os amantes de birdwatching e aqui em Espinhel foram construidos dois observatórios feitos em madeira que ainda dão mais beleza a este lugar, e de onde podemos apreciar a pateira sem pressa.

Recomendamos a visita, se tiver oportunidade creio que durante a semana será o ideal, pois não é tão concorrido e pode apreciar com mais calma e serenidade este recanto, também pode esperar para ver daqui o pôr do sol, vai simplesmente adorar.

Comur - Visita à antiga Fábrica das Enguias da Murtosa hoje museu municipal

A primeira vez que entramos na loja da Comur no centro de Aveiro ficamos fascinados pela beleza e magia que a loja irradia, ficamos admirados por saber que a fábrica era na Murtosa e mais tarde descobrimos que podíamos visitar o museu municipal nas antigas instalações e ver e saber como tudo começou, claro que ficou logo na nossa mira.

Neste museu podemos conhecer a história da fábrica e da comunidade onde ela se insere, vendo o desenvolvimento do processo conserveiro e as suas fases, tivemos a sorte de termos como guia por ser o dia Mundial do Turismo, uma antiga funcionária que ali trabalhou 43 anos a D. Maria Silva, hoje com 75 anos ninguém o diria, e que amavelmente nos contou na primeira pessoa como tudo aconteceu, foi um privilégio escutar esta senhora que ali começou a trabalhar apenas com treze anos.

Ainda assim não fique com pena pois pode sempre marcar visita guiada com a simpática museóloga deste museu e também vai ser interessante com toda a certeza. A entrada é gratuita e tem a vantagem de estar aberto ao fim de semana, uma mais valia.

Este museu situado no centro da Murtosa na antiga fábrica Comur que abriu portas em 1942 e ainda labora mas agora nas novas instalações na zona industrial, foi adquirido pela Câmara Municipal da Murtosa para desta forma perpetuar a história e tradições das suas gentes.

Existem em Portugal, muitas conserveiras e uma série de espaços museológicos associados à indústria conserveira, mas conservas de enguia, só mesmo ali na Murtosa.

Aqui aprendemos como as características específicas da Murtosa e da Ria deram origem a esta unidade fabril, como trabalhavam os seus operários e qual o processo completo de produção de conservas desde a chegada do peixe até à expedição das conservas.

A investigação histórica, os estudos e levantamentos efetuados e a intervenção arquitetónica realizada pela Câmara Municipal da Murtosa, permitiram a salvaguarda de um edifício histórico que serve agora de guardião da memória e das histórias de todos aqueles que trabalharam na “Fábrica das Enguias”.

Descobrimos que as enguias vêm do Mar dos Sargaços, que depois era apanhada aqui na ria em grande quantidade e as "Fritadeiras de enguias" senhoras da Murtosa que fritavam o pitéu fresco e o vendiam nas feiras não só na zona, mas também em Oliveira de Azeméis, Trancoso, Guarda, Viseu, etc. Ficamos a saber como começaram a fazer em grande quantidade e como nasceu a empresa, como a tanoaria fez parte também da história desta terra e muitas mais curiosidades que vale a pena conhecer e aprender.

A história é muito rica e bonita de se ouvir, foi um prazer conhecer este espaço e sermos recebidos por pessoas que vivem e gostam da sua terra de uma forma genuína e que nos deram a conhecer através das suas histórias a sua terra, uma experiência única que recomendamos a todos vós.

Muito teríamos a dizer mas penso que só visitando o museu é que vai conseguir sentir e perceber no local o que ali acontecia.

Pode adquirir ali no museu algumas das conservas da Comur ou visitar as lojas que se encontram espalhadas pelo país nas grandes cidades, se ainda não conhece vai adorar, as lojas são simplesmente lindas.

Pode ver aqui o nosso roteiro em Aveiro onde conhecemos a loja da Comur:

Cantinho das Aromáticas, um recanto à beira mar plantado

No litoral Norte de Portugal, muito próximo do local onde o Rio Douro e o Atlântico se fundem num só, numa bela quinta onde D. Pedro I e Dona Inês de Castro viveram no século XIV, em Vila Nova de Gaia fica este Cantinho das Aromáticas.

A quinta em espaço urbano, aberta ao público produz e comercializa plantas aromáticas, medicinais e condimentares em modo de produção biológico, sendo reconhecida e bastante galardoada. Tem loja onde pode comprar os produtos da casa, mas também outros produtos.

Nós gostamos muito do local, temos vista sobre a quinta onde vimos os gansos e os cavalos em plena liberdade, podemos fazer a visita aos jardins onde podemos ver o cultivo de várias espécies, a que mais nos fascinou foi sem dúvida as cores das perpétuas que tornam a paisagem um verdadeiro arco-íris.

Existem ações de voluntariado em que pode inscrever para ajudar na apanha das flores, uma atividade gira para fazer com os mais novos, e vários workshops.

No final pode passar na loja e comprar os produtos da casa entre outros e ainda provar o chá do dia que oferecem com carinho.

Se gosta de natureza este é um bom local para dar um passeio, nós gostamos e recomendamos a visita!

Se quiser saber mais sobre este projeto, ou fazer compras na loja online pode visitar o site, ou a página de facebook:

Visita ao Zoo de Lourosa

O Zoo de Lourosa é sempre uma boa visita para se fazer com ou sem crianças, lembro-me de visitar este zoo quando abriu portas, ainda era propriedade privada nos anos 90, foi sempre um lugar que gostei de visitar e levar a conhecer os meus filhos.

Quando fomos visitar o Museu do Papel em Paços de Brandão aproveitamos e como estavamos perto não hesitamos em dar lá um saltinho, mais uma vez.

O Zoo de Lourosa – Parque Ornitológico é o único parque zoológico do país que se dedica exclusivamente a aves. Com uma colecção de 500 animais de 150 espécies diferentes, distribuídos por 80 habitats, é um espaço que apela à educação ambiental, à conservação das espécies e da Biodiversidade. Aqui dedicam-se à recriação, à preservação e ao conhecimento.

Representando os 5 continentes, com uma inestimável preocupação na recriação de cada habitat natural das espécies, pretendem que o visitante possa usufruir em pleno de uma das mais belas e exuberantes colecções de aves existentes em cativeiro em todo o Mundo.

O espaço está muito bem cuidado, tem imensas sombras, tem agora o percurso assinalado para que não andem a passar uns pelos outros, em vários pontos do parque tem lavatórios onde se pode lavar frequentemente as mãos ou passar álcool gel, pode fazer a sua visita tranquilamente e em segurança.

Nós gostamos da visita, foi como sempre uma tarde bem passada em família. Recomendamos a visita, principalmente se tiverem crianças, os preços são acessíveis e o local é muito agradável.

Fomos conhecer o Museu do Papel em Terras de Santa Maria

O Museu do Papel Terras de Santa Maria constitui o primeiro espaço museológico dedicado à História do Papel em Portugal, inaugurado em Outubro de 2001 em Paços de Brandão, era um dos museus que estava nos nossos planos visitar e hoje foi o dia de o irmos descobrir.

Não é muito fácil dar com o museu, até porque o Gps mandava-nos por estradas que agora são de sentido proibido e que o mesmo não reconhece.

O edifício é muito bonito, fomos recebidos com extrema simpatia pela D.Cristina Silva que foi uma excelente guia embora tenhamos feito a visita livre, que agora e até ao final do mês de Outubro é de entrada gratuita, pode fazer-se a visita guiada mas tem de ser marcada com antecedência.

Subimos ao primeiro piso onde fomos ver a exposição temporária do artista da terra Rui Sousa onde somos surpreendidos pelas marionetas elaboradas pelo mesmo e que são de uma beleza incrível. "Rui Sousa 20 Anos de Marionetas" uma exposição que vale a pena ir ver.

Fomos orientados pela D.Cristina que nos deu um audio guia onde além de nos dar a conhecer o processo do fabrico do papel, nos conta também a história deste museu fundado nas antigas fábricas junto ao rio Maior, ambos os edifícios são muito bonitos e inseridos numa paisagem singular que nos deixou a todos encantados.

"O Museu do Papel integra no seu espaço, duas antigas fábricas de papel, do início do século XIX: Antiga Fábrica de Papel de Custódio Pais e antiga Fábrica de Papel dos Azevedos.

Não foi a primeira nem a única sociedade papeleira das Terras de Santa Maria, nos séculos XVIII e XIX, mas foi a única que teve uma mulher como sócia fundadora. Chamava-se Lourença Pinto e era natural de Paços de Brandão.
Num contexto rural de início do século passado, Lourença Pinto, apesar de analfabeta, não temeu entrar no mundo da indústria, até aí liderado unicamente por homens.

Em 1822, estabeleceu sociedade com Joaquim de Carvalho, mestre papeleiro, transformando os moinhos de cereal que possuía no lugar de Riomaior, em Paços de Brandão, num engenho de papel de características proto-industriais. Com uma produção condicionada ao volume das águas do rio que alimentava a roda hidráulica, e com uma mão-de-obra escassa e familiar, surgiu assim o Engenho da Lourença."

Do primeiro edifício saímos para a zona exterior que nos deixou completamente rendidos à beleza do lugar, no segundo edifício estava novamente à entrada a D.Cristina para nos orientar na visita e que amavelmente nos mostrou como se fazia uma folha de papel, ficamos mesmo admirados não fazíamos ideia do processo, tão simples e ao mesmo tempo tão complexo.

Neste edifício podemos ver todo o processo do papel desde o início até ao fim e devo dizer que é simplesmente fascinante.

Os miúdos e nós adoramos a visita e o que aprendemos ali, a simpatia com que fomos recebidos, sem dúvida dos mais bonitos museus que já visitamos até hoje.

Recomendamos mesmo a visita ao museu que abriu portas novamente este mês e que cumpre todas as regras de segurança.

Aljustrel - Ermida da Senhora do Castelo, Barragem de Odivelas, Albufeira de Montargil e Abrantes

Aljustrel foi a nossa primeira paragem na viagem de regresso a casa do Algarve, esta vila do Baixo Alentejo, fica mesmo ao lado da nacional N2.

Subimos de carro até à Ermida da Nossa Senhora do Castelo, a capelinha estava aberta onde vimos a imagem da padroeira da vila e a bonita escadaria que liga a vila à ermida, um marco geodésico, o espaço está muito bem cuidado tem mesas à sombra, e oferece uma magnífica panorâmica sobre a vila de Aljustrel e a paisagem circundante dali também se vê o compexo mineiro de Aljustrel.

Valeu a pena o pequeno desvio e absorver esta paisagem.

Daqui seguimos até à barragem de Odivelas, onde almoçamos num parque à sombra de grandes árvores, tem bar e uma pequena praia fluvial selvagem onde se pode dar um mergulho.

Daqui seguimos sempre pela nacional 2 até à cidade de Abrantes, o que nos fez passar ao lado da linda albufeira de Montargil, que nos acompanha desde a zona de Mora até Ponte de Sor e onde não resistimos a parar e dar um mergulho nas suas águas mornas.

A paragem com mais tempo foi na linda cidade de Abrantes, não resistimos a fazer uma pequena visita à zona do castelo, depois de atravessarmos o rio tejo.

Vamos ter de voltar com mais tempo para uma visita demorada, a cidade mudou muito desde a primeira vez que cá estivemos.

O castelo fica numa colina, de portas abertas a quem o visita é o ex-líbris da cidade. Daqui a vista é simplesmente linda, vê-se a cidade, o rio Tejo que ali passa mesmo ao lado e que atravessamos antes de chegar ali. Adoramos a vista!

Ali ao lado dos mais bonitos jardins que já visitamos, o Jardim do Castelo tem vista sobre o rio Tejo e Abrantes e é simplesmente lindo!

Com um lago muito bonito com gansos, um lindo coreto, casinhas e escadarias pintadas, árvores e flores que fazem deste lugar um recanto único.

Já só pensamos em voltar para descobrir mais recantos nesta linda cidade!

Algarve e os seus recantos e encantos - O trilho que adoramos fazer

O Algarve tem praias belíssimas, pequenas, grandes, tem falésias, rochas e toda uma paisagem muito diversificada na sua costa.

Nós enquanto casal já conhecemos um pouco da costa e de algumas praias, como pais e com os miúdos apenas fizemos algumas delas. Uma das razões é porque com eles estamos mais disponíveis para usufruirmos da praia e da piscina que eles adoram, como só vamos uma semana não fazemos grandes passeios, aproveitamos para descansar e passar bons momentos em família.

A praia de Monte Gordo foi uma das nossas eleitas alguns anos, fizemos campismo, o areal é enorme, as águas são muito mais quentes, tal como Manta Rota. Depois temos Tavira, uma cidade belíssima, mas onde a praia é na ilha, tal como na Fuzeta, mas ali a praia é algo de fantástico, linda!

A cidade de Vila Real de Santo António é muito bonita para passear nas suas ruas pedonais e no passeio ribeirinho junto ao Guadiana.

A praia da Rocha em Portimão também é um dos postais das praias algarvias, com o seu grande areal, o único senão é a quantidade de escadas que temos de descer e subir sempre que vamos à praia, Ferragudo ali ao lado é lindo uma pequena aldeia piscatória virada para o rio Arade com o seu lindo forte e pequenas praias, onde é muito difícil estacionar.

De Sagres até Lagos as praias são todas lindas e únicas, cada uma com a sua beleza. Depois temos o Alvor, com as suas praias um pouco ventosas, embora agora na nossa opinião o Algarve esteja muito mais ventoso, mas Alvor é um recanto tão bonito, adoramos!

Armação de Pêra é uma das praias mais concorridas e mais acessíveis pela oferta que tem de alojamento, mas onde ainda é possível ver a faina dos pescadores no dia a dia, das praias mais bonitas que conhecemos quando estivemos nessa zona foi a praia de Nossa Senhora da Rocha, que tem uma capela numa rocha sobre o mar, também já fizemos daí de barco a visita às grutas até à zona do Carvoeiro, também uma praia pequenina mas muito bonita.

A zona onde temos ficado habitualmente desde que a mais pequena nasceu é na praia da Galé, perto dos Salgados onde tem a lagoa que vale a pena visitar e as praias ali ao redor. A nossa favorita é a do Xiringuito, uma praia pequenina que fica muito próxima da Galé mas é mais pequena e resguardada junto ao Hotel Villa Joya, ali quase ao lado temos a praia de Manuel Lourenço, uma praia linda mas com muitas rochas, com maré vaza é muito difícil ir tomar banho.

Depois temos a praia do Evaristo, Castelo, Coelha, de S.Rafael que são uma delícia para os amantes de fotografia e da natureza. já fizemos esta zona de canoa e a paisagem é um espanto!

Na praia de Manuel Lourenço conseguimos fazer um trilho junto ao mar até às praias vizinhas do Evaristo e restantes e digo-vos vale muito a pena. Fizemos este ano mais cedo para apanharmos depois o pôr do sol e foi mesmo brutal!

O Algarve tem recantos muito bonitos, aqui deixamos algumas fotos do trilho que fizemos, espero que gostem, nós adoramos fazê-lo!

CONSERVATÓRIA DO REGISTO CIVIL DA PÓVOA DE VARZIM Póvoa de Varzim

36times viewed
38times listed

Conservatória do Registo Civil da Póvoa de Varzim - Póvoa de Varzim - Porto

2.ª Conservatória do Registo Civil do Porto - Empresa na actividade `Conservatórias - Porto, Porto

O serviço BALCÃO DAS HERANÇAS E BALCÃO DO DIVÓRCIO COM PARTILHA encontra-se disponível em: Conservatória do Registo Civil de Abrantes

Prestamos serviços de conservatória com seriedade e profissionalismo. Ligue e informe-se sobre mais serviços

Conservatória do Registo Civil da Póvoa de Varzim Rua Cidade do Porto, 213 4490-506 Póvoa de Varzim Telefone: 252 291 640 Fax: 252 291 649. Conservatória do.

O projecto "Nascer Cidadão" permite registar os recém-nascidos imediatamente no próprio hospital ou maternidade logo após o nascimento perante funcionário do.

Relator: LEONEL SERÔDIO: Descritores: DESPEJO SOCIEDADE ARRENDATÁRIO COMUNICAÇÃO: Nº do Documento: RG: Data do Acordão: 01/08/2003: Votação: UNANIMIDADE

Determina a legislação, assim como os regulamentos municipais, que qualquer obra sujeita a procedimento de autorização ou licenciamento não pode ser iniciada sem.

João Nuno Calvão da Silva - Procuração (artigo 116.º do Código do Notariado e artigo 38.º do Decreto-Lei n.º 76-A/2006, de 29 de Março

Adenda (Março de 2010): “Se procura os prazos de entrega para o IRS a entregar em 2010 (Relativos a 2009), estão disponibilizados neste artigo: Prazos de Entrega.

Dados Submetidos no consultório: “Tenho dúvidas relativamente ao cálculo que é feito para estabelecer as máis valias na sequência da venda da minha casa.

As Outras Famílias. GENTE QUE NASCEU OU PASSOU POR CAMACUPA. Quando se fala das pessoas de Camacupa vêm à mente aquelas que pelo seu poderio comercial ou por terem.

CCS e CCaç 308 do BCaç 358 (Timor), convivem dia 18 de Fevereiro, na Lixa. Os ex-militares da CCS e da Companhia de Caçadores 308 (Batalhão de Caçadores 358.

Porto de Nova York em expansão para meganavios: 2012/04/22 Obras incluem dragagem da área para ampliar a profundidade do porto e permitir a passagem de.

01-02-99 Associação de Futebol de Braga - Divisão Honra Santa Maria empata (1-1) em Alvelos Maria da Fonte vence e «afasta-se» da concorrência O Santa Maria.

Índice IMD sobre competitividade confirma ponto de viragem. Índice IMD sobre competitividade confirma ponto de viragem

Informação importante: As certidões de registos da Conservatória dos Registos Centrais podem agora ser obtidas directamente na conservatória do registo civil.

Com a publicação da Portaria nº 1180/2009, de 07 de Outubro , que cria partir do dia seguinte, uma única Conservatória de Registo Civil em Lisboa, por fusão das.

Informação detalhada sobre a entidade pública 1ª Conservatória do Registo Civil do Porto (telefone, endereço, mail) com sede ou instalações no município de.

Este site usa cookies. Ao continuar a utilizar o site concorda com o uso de cookies.

Venda Finanças Prédio Urbano destinado a construção com a área de 750,0000m2, correspondendo ao lote 1 do Alvará de Loteamento de 8/2008 emitida a 15/05/2008.

Geneall

Rates, Póvoa de Varzim

relativamente a esta freguesia nao estao disponiveis no Arquivo Distrital do Porto os registos de baptismos de 1774 a 1826. podem me informar se ha alguma forma de os consultar ou outra forma de registo que os substitua.

RE: Rates, Póvoa de Varzim

relativamente a esta freguesia nao estao disponiveis no Arquivo Distrital do Porto os registos de baptismos de 1774 a 1826. podem me informar se ha alguma forma de os consultar ou outra forma de registo que os substitua.

RE: Rates, Póvoa de Varzim

S. Pedro de Rates, nem sempre pertenceu ao Porto, penso que já pertenceu a Braga, ou Barcelos. Ao longo da história, são sempre efectuadas alterações, com o propósito de lançar a confusão no Povo. Assim lhe convém.
Por mim, isso devia ser estritamente proibido. S. Pedro de Rates, já foi vila, outrora muito importante, nos "Caminhos de Santiago" de Compostela, que ligavam a Barcelos, a a Tui, na Galiza.
Mas, mesmo hoje em dia, continuam esses lacaios do poder, a extinguir freguesias, a torto e a direito, que mais tarde vão trazer muitos transtornos ás populações. Desertificarão o país, se ninguém se lhe opuser.
Mudam os nomes ás ruas e aos lugares, mesmo históricos, extinguem freguesias, acabam com os comboios económicos, fecham as estações, e os apeadeiros, etc. tudo pelo interesse mesquinho de compadrice, destroem tudo, acabam com Portugal.
Cumprimentos,

RE: Rates, Póvoa de Varzim

"A freguesia de São Pedro de Rates foi, antigamente, uma vila da comarca de Barcelos, composta por uma só freguesia, de invocação de São Pedro; era abadia da apresentação do ordinário e comenda da Ordem de Cristo. Em 1839 aparece na comarca de Barcelos; em 1852 na de Vila do Conde e, em 1884, na da Póvoa de Varzim. Pertence à diocese de Braga.
Localidade
Rates - Póvoa de Varzim
Estatuto legal
A comunicabilidade dos documentos, está sujeita à legislação que rege o regime geral dos arquivos e do património arquivístico (Decreto-Lei nº 16/93, de 23 de Janeiro) e a legislação mais específica de acordo com os casos.
História custodial e arquivística;
Incorporações efectuadas pela Conservatória do Registo Civil da Póvoa de Varzim (19 de Março de 1940, 30 de Março de 1943, 28 de Março de 1953, e 16 de Dezembro de 2004) e pelo arquivo Distrital de Braga. Em 1993 foi publicado pelo Arquivo Distrital do Porto, o Guia do Arquivo que esteve em uso até 2005, cumulativamente com a descrição disponível através da aplicação de descrição arquivística Arqbase. Em 1994 foi publicado o Inventário Colectivo dos Registos Paroquiais, no âmbito do Inventário do Património Cultural Móvel. "
-

Rfmc

RE: Rates, Póvoa de Varzim

Também me deparei com hiatos aproximadamente no mesmo período que refere, na freguesia de (Santa Maria de) Terroso, Póvoa de Varzim, aquando consulta no AD Porto (online). Também me pergunto onde estarão os livros que faltam. Não estão na Igreja Paroquial nem no Arquivo Distrital de Braga, nem no Arquivo Municipal da Póvoa de Varzim (cujas cópias digitais dos livros foram compradas ao AD Porto).

Adicione um comentário
Classificação
4.5
Betway
Bónus até 100€
Artigos relacionados
05-09-2020
Poker in Portugal
Poker in Portugal

Gambling is heavily regulated in Portugal...

07-02-2020
Benfica B avassalador com goleada e um hat-trick
Benfica B avassalador com goleada e um hat-trick

Gonçalo Ramos (3), Luís Lopes, Tiago Araújo e Ronaldo Camará assinaram os momentos festivos na vitória no reduto do Casa Pia na 2...

03-04-2020
Nos smartphones
Nos smartphones

Um jogo tradicional nos smartphones, o Dungeon Hunter 5 é de grande destaque na versão online...

15-10-2020
Os melhores jogos para Android de 2020
Os melhores jogos para Android de 2020

A Google Play Store conta com uma infinidade de jogos, que agradam todos os tipos de usuários...

22-05-2020
A lista de 15 cassinos on-line seguros em Portugal em 2020
A lista de 15 cassinos on-line seguros em Portugal em 2020

Até que algumas apostilas não seriam uma má ideia, ela trocou sua rotina de natação e prática de yoga em casa...

05-09-2020
Novos Slots De Jogos De Casino Grátis Casinos online autorizados em Portugal
Novos Slots De Jogos De Casino Grátis Casinos online autorizados em Portugal

A aparência da imagem ficou melhor e era mais fácil ler os textos, disse o ministro...

top