Olá, bem vindo à Querido Mudei a casa Obras

Jogo legal

Olá, bem vindo à
Querido Mudei a casa Obras

Na Querido Obras, a Rede Nº1 de Obras em Portugal, preocupamo-nos consigo e com a sua casa. Pautamos o nosso comportamento por um rigoroso código de conduta para que tenha uma experiência agradável com a sua obra, seja ela uma pequena reparação, instalação ou remodelação. Com a Querido Obras, fazer obras em casa nunca foi tão fácil!

Quem Somos

Quem Somos

Peça já um orçamento grátis

Peça já um orçamento grátis

Peça um orçamento e prometemos responder no prazo de 48h com o objectivo de marcar uma visita à sua casa e lhe elaborar a melhor proposta. Os nossos orçamentos são gratuitos , por isso peça já o seu!

Algumas unidades poderão cobrar € 25 (iva) incluído para cobrir os custos de deslocação, nestes casos se a sua obra for adjudicada o valor ser-lhe-á devolvido.

Onde estamos

Onde estamos

A nossa rede de obras é a maior de Portugal e está presente no continente e nas ilhas. Aqui poderá encontrar as nossas unidades Melom e Querido Mudei a Casa Obras mais próximas de si.

Onde estamos

Onde estamos

Franchising

Franchising

O franchising Melom foi criado a pensar em todos os profissionais ligados ao sector de construção civil, independentemente da sua especialidade. Pequenas, médias e grandes empresas podem optar por representar a marca Melom com um objectivo comum: o cliente.

Campanhas

Neste espaço poderá encontrar todas as campanhas em vigor que temos para si. Visite-nos regularmente para não perder a próxima oportunidade.

Não adie mais a pintura da
sua casa, dê-lhe uma nova cor!

() Acresce iva à taxa em vigor para mão de obra (6%) e material (23%). Este valor tem considerado a aplicação de duas demão de tinta e uma demão de primário. Pressupõe-se que as paredes são regulares e prontas a serem pintadas. Considerámos o AQUANEUCE Primário Acrílico Aquoso Branco e a NEUCECLEAN Tinta Aquosa Mate Super Lavável, cor à escolha do cliente, bem como os rendimentos de referência. Campanha válida até dia 31 Agosto 2020.

() Acresce iva à taxa em vigor para mão de obra (6%) e material (23%). Este valor tem considerado a aplicação de duas demão de tinta e uma demão de primário. Pressupõe-se que as paredes são regulares e prontas a serem pintadas. Não estão considerados meios de elevação (exemplo: andaime). Considerámos o HYDRONEUCE Primário Acrílico Hydro e a NEUCEGOLD Tinta Acrílica Pura de Alta Qualidade, cor à escolha do cliente, bem como os rendimentos de referência. Campanha válida até dia 31 Agosto 2020.

Parceiros

A Querido Mudei a casa Obras desenvolveu parcerias com vantagens exclusivas, através desta área de B2B poderá solicitar os serviços da Querido Mudei a casa Obras de acordo com as condições pré contratadas.

Parceiros

RE/MAX – A marca imobiliária Líder em Portugal, distinguida com diversos prémios como, Superbrand, escolha do consumidor, best place to work é parceira institucional MELOM desde o primeiro dia, se pretende comprar ou arrendar um imóvel com a RE/MAX faca a obra com a MELOM e descubra as vantagens que temos para si.

A MAXFINANCE é uma Consultora constituída por uma equipa especializada em produtos financeiros, que o vão ajudar a descobrir qual a melhor e mais vantajosa solução para a realização dos seus sonhos, se é cliente ou agente MAXFINANCE realize aqui o seu pedido de obra.

Se é parceiro INOGI peça aqui o seu orçamento para as obras de construção, remodelação e manutenção de lojas e escritórios. Temos técnicos especializados neste tipo de obras que disponibilizamos através desta parceria. Basta preencher os seus dados de contacto, daremos resposta em 48h.

A pensar nos profissionais do ramo a MELOM e a LOREAL estabeleceram uma parceria que confere vantagens especiais nas obras dos salões de beleza e cabeleireiros. Desde o projeto à obra a MELOM está habilitada a oferecer-lhe a melhor solução. A que se adapta a si e ao seu budget. Utilize este link para obter o seu orçamento “Salon Emotion L’OREAL”

A Ageas Seguros em conjunto com a MELOM criou uma oferta de valor para os seus clientes, através da relação de parceria do Cartão Mundo Ageas Seguros para a categoria Casa. Este cartão é exclusivo para clientes Ageas Seguros e consiste na oferta de descontos diretos em diversas áreas.

A MELOM e o Querido Obras são o seu parceiro ideal para renovar o seu Alojamento Local e concretizar o seu projeto de sonho. Diferenciamo-nos do mercado pautando-nos por critérios como o rigor, pontualidade e transparência para que tenha uma experiência agradável c om a sua obra. Garantimos ainda os melhores profissionais do setor e cobertura em todo o território nacional. Peça já o seu orçamento grátis e não adie mais o seu sonho.

Portfolio

Aqui encontra alguns dos trabalhos realizados pela nossa rede. É apenas uma pequena amostra das milhares de obras que já fizemos. Garantimos uma coisa, a satisfação do cliente.

Recrutamento

Orgulha-se em ser um especialista na sua área? O seu trabalho prima pela dedicação e qualidade? Junte-se a nós e faça parte de uma marca 5 estrelas! Envie-nos o seu CV e terá possibilidade de pertencer à rede de obras nº1 em Portugal.

Recrutamento

Contacte-nos

Política de privacidade

A HANDYMAN – Consultoria de negócios e gestão, lda. (de ora em diante MELOM Portugal), no âmbito sua atividade comercial, necessita de recolher alguns dados pessoais dos seus clientes, no entanto, respeita o direito à privacidade e não recolhe qualquer informação pessoal sem o prévio consentimento dos seus clientes.

A MELOM Portugal empenha-se na implementação de todas as precauções necessárias para preservar a confidencialidade e segurança dos dados pessoais recolhidos e tratados, impedindo que estes sejam distorcidos, danificados, destruídos, ou que terceiros não autorizados tenham acesso aos mesmos.

Foram desenvolvidas medidas de segurança técnicas e organizacionais de ponta, especialmente no que diz respeito a sistemas de informação. No entanto, não controlamos todos os riscos relacionados com a utilização da Internet, alertando desde já para a existência de possíveis riscos associados ao seu uso e funcionamento e, consequentemente, à partilha de dados pessoais por esta via.

Por outro lado, a interação cada vez maior dos nossos clientes através do nosso site também requer, nalguns casos, a recolha de informações pessoais do utilizador, ou noutros casos, para melhorar a performance da navegação no nosso site, a recolha de dados do seu computador por intermédio de pequenos ficheiros vulgarmente conhecidos como cookies.

A Política de Privacidade & Cookies da MELOM Portugal serve para uma clara compreensão de como recolhemos, usamos, partilhamos e protegemos os dados pessoais dos nossos clientes quando usam os nossos serviços ou visitam o nosso site.

A MELOM Portugal não comercializa dados pessoais de clientes ou utilizadores.

02. Responsável pela Recolha e Tratamento dos seus Dados Pessoais

Os seus dados serão recolhidos e tratados pela Handyman – consultoria de negócios e gestão, lda., pessoa coletiva número 509 524 028, com sede na Beloura Office Park, edifício 3, piso 1, escritório 3, 2710-693 Sintra. É esta a sociedade responsável pelo tratamento de dados pessoais na aceção do Regulamento (EU) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho de 27 de abril de 2016 (de ora em diante RGPD).

Para as questões relacionadas com o tratamento dos seus dados pessoais poderá contactar a MELOM Portugal através dos seguintes meios:

Telefone: 210 332 477 – (custo de chamada local), disponível todos os dias, com horário de atendimento entre as 08h00 e as 23h00.

Morada: Beloura Office Park, Edf. 3, piso 1, escritório 3, 2710-693 Sintra Sintra

Ao disponibilizar os seus dados pessoais à MELOM Portugal, o cliente reconhece e consente que os mesmos sejam processados de acordo com a presente Política de Privacidade e com as regras e princípios constantes dos respetivos termos e condições dos serviços utilizados. Nesta medida, e no que se refere ao processamento dos dados pessoais, o cliente deve ler a presente Política de Privacidade conjuntamente com nosso Disclaimer, a política de proteção de dados e o Provedor de Cliente.

Informamos que, sempre que se manifeste como necessário, alteraremos a presente Política de Privacidade sem necessidade de qualquer autorização prévia.

A recolha e o tratamento de dados pessoais pela MELOM Portugal têm as seguintes finalidades (i) Gestão de clientes, (ii) Marketing, (iii) Recrutamento de novos colaboradores, que detalhamos de seguida:

i)Gestão de Clientes, uma vez que a MELOM Portugal se dedica à realização de obras de remodelação e manutenção de imoveis, é necessário para cumprir a tarefa de realização de um orçamento ou estimativa de custos o levantamento e medição.

ii)Marketing, a MELOM Portugal poderá tratar os dados pessoais recolhidos para enviar ao respetivo titular informações sobre os serviços por si comercializados. Este tratamento de dados pessoais será realizado unicamente com o consentimento expresso do titular, prestado na subscrição da nossa newsletter. Caso permita, receberá comunicações de marketing através de e-mail e/ou SMS. Poderemos partilhar os dados pessoais recolhidos com terceiros que gerem redes sociais, como por exemplo o Facebook, para efeitos de realização de campanhas de marketing através das redes sociais. O consentimento para o tratamento de dados pessoais para efeitos de marketing direto pode ser revogado a qualquer altura pelo seu titular.

iii)Recrutamento, a MELOM Portugal durante o processo de seleção de pessoal e recrutamento, procede à recolha e tratamento de dados pessoais dos respetivos candidatos, os quais, mediante consentimento expresso. Os dados pessoais de qualquer candidato serão mantidos até que que o candidato revele vontade em contrário.

Os dados pessoais recolhidos também serão tratados para responder às questões, sugestões ou reclamações apresentadas pelo respetivo titular ao MELOM Portugal.

Conforme já referido, a MELOM Portugal procede à recolha e ao tratamento dos dados pessoais necessários à disponibilização e funcionamento do seu site, garantindo, no entanto, adequados níveis de segurança e de proteção dos dados pessoais dos seus utilizadores. Para o efeito, foram adotadas diversas medidas de segurança físicas, lógicas, técnicas e organizativas, de forma a proteger os dados pessoais contra a sua difusão, perda, uso indevido, alteração, tratamento ou acesso não autorizado, bem como contra qualquer outra forma de tratamento ilícito. Não obstante às medidas de segurança adotadas pelo MELOM Portugal, o utilizador deverá guardar segredo dos códigos de acesso, não os partilhando com terceiros e devendo ainda seguir as práticas de segurança aconselhadas, nomeadamente quanto à instalação e atualização dos necessários aplicativos de segurança- como os antivírus.

A MELOM Portugal utiliza cookies no seu site, considerando-se como tal, pequenos ficheiros de texto com informação relevante que o dispositivo de acesso (computador, telemóvel/smartphone ou tablet) carrega, através do navegador de internet (browser), quando um site é visitado pelo utilizador.

Os cookies utilizados pela MELOM Portugal permitem melhorar o desempenho e a experiência de navegação dos seus utilizadores, aumentando, por um lado, a rapidez e eficiência de resposta e, por outro, eliminando a necessidade de introduzir repetidamente as mesmas informações. A colocação de cookies não só ajuda o site a reconhecer o dispositivo do utilizador na próxima vez que este o visite, mas também será imprescindível para o funcionamento do mesmo. Os cookies usados no site pela MELOM Portugal, não recolhem informações pessoais que permitam identificar o utilizador, guardando apenas informações genéricas, designadamente a forma ou local/país de acesso e o modo como o utilizador usa o site, entre outros. Os cookies retêm apenas informação relacionada com as preferências do utilizador e este pode, a qualquer momento e através do seu navegador de internet (browser), decidir ser notificado sobre a receção de cookies, bem como bloquear a respetiva entrada no seu sistema. Alerta-se, contudo, que a recusa de uso de cookies pode resultar na impossibilidade de acesso a algumas das áreas do site da MELOM Portugal.

A MELOM Portugal utiliza diferentes tipos de cookies, conforme se passa a descrever:

i) Cookies de funcionalidade - os cookies de funcionalidade permitem relembrar as preferências do utilizador relativamente à navegação no site, não necessitando assim de o reconfigurar e personalizar cada vez que o visita;

ii) Cookies analíticos - Estes cookies são utilizados para analisar a forma como o utilizador usa o site, permitindo destacar artigos ou serviços que podem ser do seu interesse, e monitorizar o desempenho do site, conhecendo quais as páginas mais populares, qual o método de ligação entre páginas que é mais eficaz ou para determinar a razão de algumas páginas estarem a receber mensagens de erro. Estes cookies são utilizados apenas para efeitos de criação e análise estatística, sem nunca recolher informação de carácter pessoal. Assim, a MELOM Portugal, pode fornecer uma experiência de elevada qualidade ao personalizar a sua oferta e identificar e corrigir quaisquer problemas que surjam.

Também quanto à validade existem dois tipos de cookies:

(i) Cookies permanentes – são cookies que ficam armazenados nos dispositivos de acesso (computador, telemóvel, smartphone ou tablet), ao nível do navegador de internet (browser), e são usados sempre que o utilizador visita novamente o site da MELOM Portugal. Em geral, são usados para direcionar a navegação de acordo com os interesses do utilizador, permitindo à MELOM Portugal prestar um serviço mais personalizado;

(ii) Cookies de sessão - são cookies temporários, que são gerados e estão disponíveis até encerrar a sessão. Da próxima vez que o utilizador aceder ao seu navegador de internet (browser) os cookies já não estarão armazenados. A informação obtida permite gerir as sessões, identificar problemas e fornecer uma melhor experiência de navegação.

O utilizador poderá desativar parte ou a totalidade dos cookies a qualquer momento. Cada browser dispõe de um processo de configuração próprio para esta configuração. Esse processo pode ser consultado no menu Ajuda, o qual explica como configurar as preferências em matéria de cookies. A não aceitação de cookies poderá impedir a utilização de algumas das funcionalidades do site da MELOM Portugal.

A MELOM Portugal poderá ainda utilizar cookies na abertura das newsletters/emails, para fins estatísticos, e que permitem saber se são abertas e verificar os cliques através de links ou anúncios dentro da newsletter. O utilizador tem sempre a possibilidade de desativar o envio das newsletters/correio eletrónico através da opção específica no rodapé das mesmas.

De acordo com o novo regulamento geral de proteção de dados, que exige consentimento informado e livre, precisamos da sua confirmação em como deseja continuar a receber a newsletter da MELOM Portugal e as campanhas publicitárias da Marca. Fazemos questão de cumprir o novo regulamento e estamos certos de contar com a sua colaboração. Enumeramos abaixo todas as questões relacionadas com o procedimento adotado na proteção de dados pessoais.

Obrigatórios:
- Nome
- Contacto Telefónico
- E-mail
- Localidade

Recolhemos dados para realizar os orçamentos a pedido do cliente.

Através dos nossos websites melom.pt, melom, melom.pt, melom.co.uk, melom.ch, melom.nl, melom.be, melom.it, melom.fr, melomportugal queridoobras.pt, queridoobras, queridomudeiacasaobras.pt, melomfranchising, casadesonhoremax.pt e crmmelom.pt, da nossa rede de franchisados MELOM Obras e Querido Mudei a Casa Obras e Call Center MELOM.

São recolhidos e guardados numa base de dados própria da MELOM Portugal.

Todos os utilizadores com acesso controlado a base de dados.

Os seus dados são conservados até revelar vontade em contrário.

Partilhamos os dados pessoais com os franchisados da rede MELOM, Querido Mudei a Casa Obras e Leasecapital.

  1. Direito de informação e acesso: direito a ser informado sobre o tratamento efetuado com os seus dados e a obter cópia dos mesmos.
  2. Direito de retificação: direito a retificar os seus dados quando considerar que os mesmos são inexatos ou incompletos.
  3. Direito de eliminação: direito a solicitar a eliminação dos seus dados na medida do legalmente admissível.
  4. Direito de limitação: direito a limitar o tratamento dos seus dados pessoais.
  5. Direito de oposição: direito a opor-se ao tratamento dos seus dados pessoais.
  6. Direito de não ficar sujeito a decisões automáticas: direito a obter intervenção humana no tratamento dos seus dados e/ou contestar decisões automáticas como definição de perfis na medida do legalmente admissível.
  7. Direito a gestão de consentimento: direito de a qualquer altura dar e retirar o consentimento para tratamento dos seus dados.
  8. Direito de portabilidade: direito à devolução e/ou transferência dos dados pessoais fornecidos.

O exercício de algum dos direitos legalmente conferidos, pelo respetivo titular, deve ser feito por carta (ou mensagem de correio eletrónico) assinados pelo próprio e acompanhados por uma fotocópia de um documento de identidade com a assinatura do titular que exerce o seu direito.

Os direitos conferidos podem ser exercidos através de contacto direto com o MELOM Portugal por:

  • Correio: Departamento de Qualidade Melom Portugal, Beloura Office Park, edifício 3, piso 1, escritório 3, 2710-693 Sintra
  • Email: qualidade@melom.pt

O titular dos dados pessoais deve ter presente que em certos casos (como por exemplo, por imperativos legais), o seu pedido poderá não ser imediatamente satisfeito. De qualquer modo, será informado das medidas tomadas nesse sentido, no prazo máximo de um mês a partir do momento em que o pedido for efetuado.

Disclaimer

a) Cada Unidade Querido Mudei a casa Obras foi criteriosamente selecionada para se poder associar à marca, através de um elevado padrão de competência, profissionalismo e capacidade financeira, sendo contudo jurídica e financeiramente autónoma, mantendo a sua personalidade jurídica própria e única responsável pela sua atividade.

b) O cliente deverá facultar à Unidade Querido Mudei a casa Obras o acesso às instalações onde irão decorrer as obras.

c) O prazo de início e conclusão da obra está condicionado pela entrega de todos os materiais definidos em orçamento.

d) Não está incluído neste orçamento o transporte do mobiliário e/ou equipamentos para outro local fora da obra.

e) No início dos trabalhos será feita uma listagem na presença de um responsável pelo cliente com o número de imobilizado de todos os equipamentos retirados.

f) O cliente que solicitou os serviços da Unidade Querido Mudei a casa Obras declara ter legitimidade legal e jurídica para o pedido, nomeadamente para a assinatura dos autos de medição em obra.

g) A entrega da obra é realizada contra pagamento da última tranche e assinatura do auto de receção de obra.

h) Trabalhos de natureza diferente ou da mesma natureza mas em quantidade diferente daqueles que a Unidade Querido Mudei a casa Obras entregar no seu orçamento, resultado do pedido que o cliente formulou na reunião de orçamentação, serão objeto de orçamento e apresentação de novo preço para os mesmos. Esta situação deverá originar uma nova adjudicação antes do início dos referidos trabalhos.

i) O prazo de garantia da obra é o estabelecido na lei civil, sendo atualmente de 5 (cinco) anos para os trabalhos de construção civil e de 2 (dois) anos para equipamentos autónomos, tendo início na data de entrega da obra.

j) Durante o prazo da garantia, a Unidade Querido Mudei a casa Obras obriga-se a efetuar as reparação dos vícios e defeitos dos trabalhos efetuados.

k) A garantia da obra é considerada sem efeito caso existam pagamentos pendentes da parte do cliente.

l) A obtenção das licenças e autorizações para a execução da obra são da responsabilidade do cliente.

m) Todos os materiais sobrantes da obra são propriedade da Unidade Querido Mudei a casa Obras, exceto situações em que tenham sido adquiridos pelo cliente.

n) Durante o prazo de execução da obra, o cliente deve informar a Unidade Querido Mudei a casa Obras de todas as visitas que realizar à obra.

Informações e Esclarecimentos

A Querido Mudei a casa Obras é uma marca nacional que visa revolucionar o mercado das obras em Portugal. Através de um rígido código de ética e honestidade, propõe-se a proteger os seus interesses e os da sua propriedade.

É importante contudo, que enquanto cliente da marca Querido Mudei a casa Obras perceba e esteja consciente:

Que os franchisados da marca, embora tenham sido submetidos a um escrutínio adicional e sejam possuidores de Alvará e seguros, são empresas jurídicas e financeiramente autónomas.

Que a responsabilidade da execução de empreitadas, bem como garantias de trabalhos concluídos, recai sobre a empresa que as executa e não sobre a marca Querido Mudei a casa Obras.

Poder-se-á perguntar então, para que existe a marca Querido Mudei a casa Obras e em que medida pode defender os seus interesses enquanto cliente?

Para representar a marca Querido Mudei a casa Obras, cada empresa de construção investe um determinado valor e assina um contrato de franchising com um conjunto de regras e um código de ética que outras empresas a operarem no setor não têm.

Uma empresa de construção para representar a marca Querido Mudei a casa Obras, tem obrigatoriamente alvará, seguro de responsabilidade civil e a situação fiscal e contributiva regularizada. Este standard mínimo de seleção, ainda que lhe pareça elementar, contribui para um incremento de segurança da sua obra e do seu dinheiro mas não é 100% infalível. Assim, e antes de adjudicar qualquer obra, recomendamos que adote os seguintes procedimentos, que constituem prática comum na rede Querido Mudei a casa Obras.

1º - Exija a cópia do Alvará e seguro de responsabilidade civil da empresa que lhe está a apresentar o orçamento.

2º - Não esconda a sua obra das autoridades Portuguesas. Faça uma comunicação prévia ou entrega de projeto à Camara da sua área de residência, evitando possíveis embargos de obra.

3º - Consulte o Decreto-Lei n.º 136/2014, que procede à décima terceira alteração ao Decreto-Lei n.º 555/99, de 16 de Dezembro, que estabelece o regime jurídico da urbanização e edificação.

5º - Informe-se sobre o IVA reduzido de 6%, consultando a verba 2.27 da lista I anexa ao CIVA.

6º - Solicite o contrato de empreitada, independentemente da dimensão da sua obra, com detalhe de tudo o que será realizado e aplicado, discriminando exatamente as tarefas e os materiais que serão utilizados.

7º - Pague os valores acordados apenas mediante a apresentação de fatura. Exija sempre a fatura da sua obra, pois este documento é a sua melhor garantia.

8º - Solicite reuniões periódicas em obra e peça a ata (resumo) das mesmas com o detalhe das situações abordadas e decisões entretanto tomadas. Em algumas situações, poderá ser apenas um e-mail, desde que contenha as informações necessárias.

9º - Evite trabalhos extra no decurso da sua obra. Contudo, e no caso de situações não previstas face ao orçamento inicial, peça ao empreiteiro para os orçamentar antes de os executar, evitando assim surpresas no preço final da obra.

10º - No final da sua obra deverá ter todas as faturas / recibos dos valores pagos e garantia dos trabalhos executados por 2 ou 5 anos.

Se porventura sentir que o empreiteiro não tem disposição para cumprir estes princípios, não adjudique a obra. Lembre-se que por vezes o preço demasiado competitivo pode esconder surpresas desagradáveis.

Como funciona a Querido Mudei a casa Obras?

A Querido Mudei a casa Obras é um franchising. Isto significa que a sua estrutura organizacional é definida por uma empresa central, que zela para que a qualidade da marca se mantenha ao nível da excelência. Cada empresa franchisada é um núcleo personalizado de trabalho, jurídica e financeiramente autónomo, no entanto, completamente vocacionado para a satisfação dos seus clientes.

O centro de operações da Querido Mudei a casa Obras é centralizado num Call Center, que recebe os pedidos de informação e serviço de clientes e os endereça às equipas que mais se adequam.

Quais as vantagens que a Querido Mudei a casa Obras apresenta por comparação com as restantes empresas no mercado?

A Querido Mudei a casa Obras é uma marca nacional, com critérios de desempenho normalizados e com completa orientação para a satisfação da necessidade do seu cliente. O nosso serviço é, por isso, diferente de tudo o que é proposto pelas restantes empresas deste ramo. Junto da Querido Mudei a casa Obras, poderá encontrar um serviço regular e fiável, isento de demoras ou desculpas; uma assessoria sempre orientada para encontrar a melhor solução técnica e económica para si, com formação e preparação adequadas; terá à sua disposição profissionais qualificados, cumprindo todas as exigências legais; a garantia apresentada é efetiva e não é duvidosa; todos os processos são claros e transparentes, para que saiba exatamente com o que pode contar; poderá contar com obras limpas, rápidas e eficientes, com o maior respeito pela sua propriedade e com o maior respeito também pelos vizinhos e espaços envolventes.

Quero solicitar uma reparação. Como devo proceder?

Embora esteja vocacionada para a realização de obras integrais em habitações ou escritórios, a Querido Mudei a casa Obras também realiza reparações domésticas. Comece por contactar o Call Center Querido Mudei a casa Obras, onde o atendimento será personalizado e eficiente.

Quero solicitar um orçamento. Como devo proceder?

Comece por contactar o Call Center Querido Mudei a casa Obras através do numero 707 201 105, ou se preferir poderá realizar o seu pedido na home page do site. O atendimento será personalizado e eficiente. Terá a possibilidade de se informar sobre o que é a Querido Mudei a casa Obras, e poderá também agendar um pedido de visita de uma equipa técnica Querido Mudei a casa Obras com o objetivo de preparar um orçamento para a sua necessidade. A Querido Mudei a casa Obras não cobra qualquer custo para elaboração de um orçamento ou eventuais deslocações.

Na data e hora marcada receberá a visita da equipa técnica, que consigo analisará as suas necessidades e recolherá os dados para elaborar o orçamento. Os orçamentos serão entregues no prazo máximo de 8 dias, ressalvando no entanto as situações particulares em que é necessário consulta a fornecedores específicos e a importadores.

Na hora de tomar a decisão sobre a quem adjudicar o seu trabalho, terá provavelmente de fazer uma escolha entre propostas. Para além de avaliar o valor numerário mais competitivo, deve também considerar se esse valor é real e concreto ou não. Pense no seguinte: quem foi mais meticuloso a tirar medidas? Quem fez mais perguntas e quem sugeriu mais soluções? Quem tentou esclarecer ao máximo as suas necessidades? Quem apresentou o orçamento mais detalhado e mais claro? Pode contar inquestionavelmente com a garantia e a postura de cada uma das empresas que estão a concorrer? Quem é que se preocupou mais consigo?

Ao nível particular e ao nível profissional, o valor pode não ser tudo.

Quais os cuidados que devo ter com a empresa que contratar?

Procure reunir o maior número de informação possível sobre essa empresa. Uma empresa, para operar no mercado da construção e da reabilitação, deve ser detentora de alvará ou título de registo, seguro de acidentes de trabalho, seguro de responsabilidade civil e todos os seus trabalhadores devem estar legais no país e devidamente contratados. Você, enquanto promotor da obra, será responsabilizado pelas entidades oficiais e pela sociedade, caso algum destes documentos esteja em falta.

Procure também que tudo fique devidamente escrito. Um aperto de mão é palavra dada, mas para a posteridade é o que está escrito no papel que conta. Tenha o cuidado de ter tudo devidamente documentado com a empresa que contratar. Será ela própria, caso se trate de uma empresa justa e profissional, a solicitar que fique tudo devidamente documentado.

Posso pedir para não pagar IVA como forma de reduzir o custo da obra?

Não pode pedir para não pagar o IVA como forma de reduzir o custo da obra, mas muito provavelmente a sua obra pode beneficiar de condições fiscais onde se aplica IVA reduzido. A equipa técnica que o acompanhará pode explicar-lhe como tudo funciona.

É prática de algumas empresas não cobrarem o IVA. Para além de ilegal, deixa-o a si enquanto consumidor numa situação muito delicada, pois não poderá usufruir da garantia de obra.

10 obras-primas da literatura portuguesa para ler (ou reler) online

Alguns clássicos da literatura portuguesa que podes folhear gratuitamente, sem sair de casa.

Editado somente em 1982, “O Livro do Desassossego” é assinado por Bernardo Soares, uma das muitas personagens criadas pelo poeta. Sobre este livro, o próprio Pessoa afirmou “são as minhas confissões e, se nelas nada digo, é que nada tenho para dizer”. Tem, pois, um cariz biográfico que se estende pelos mais de 500 textos que compõem a obra. Download aqui.

Esta obra de Camilo Castelo Branco publicada em 1862 é uma das histórias de amor mais marcantes da literatura portuguesa. O triângulo amoroso apresentado é inspirado na vida do próprio autor, que escreveu o romance em apenas 15 dias enquanto esteve preso na antiga Cadeia da Relação do Porto. O desfecho é trágico mas a narrativa é irrepreensível. Download aqui.

Apontado por muitos como um dos livros mais notáveis da literatura nacional, “Os Maias” foca a história da aristocrática família Maia na sociedade lisboeta do século XIX. A primeira edição data de 1888, com o selo da Livraria Lello, e não falta a fatalista história de amor, a análise social, várias peripécias e um humor satírico. Download aqui.

A compilação da obra poética da poetisa Florbela Espanca foi publicada pela primeira vez em 1934, agregando os poemas mais relevantes publicados em “Livro de Mágoas”, “Livro de Sóror Saudade”, “Charneca em Flor”, “Reliquiae” e “O Livro D’Ele”. Nos sonetos predomina a temática amorosa e os sentimentos associados: tristeza, saudade, sedução, desejo e, até, morte. Download aqui.

Lançado primeiro como folhetim de jornal, em 1863, e depois editado em livro, em 1867, este é o primeiro romance de Júlio Dinis, tido como uma das obras mais populares dos séculos XIX e XX. Com um discurso pouco rebuscado, apto para ser lido pela classe popular, este livro apresenta a história dos amores e desencontros das órfãs Clara e Guida. Download aqui.

Obra-prima da literatura portuguesa romântica, “Viagens na Minha Terra” narra uma viagem de Lisboa a Santarém enquanto apresenta uma reflexão profunda sobre Portugal do século XIX. O livro foi publicado em 1846 e divide-se pela história de quatro personagens, num país marcado pela guerra civil que opunha liberais e absolutistas. Download aqui.

Foi uma obra polémica na época em que foi editada (1854), mas é de qualidade inquestionável. Devido à sua carga erótica e provocadora, o livro foi proibido durante o Estado Novo. A antologia apresenta poemas eróticos e satíricos, alguns mais obscenos, outros mais perto da paródia, e espelha o lado mais excêntrico de um dos maiores poetas portugueses. Download aqui.

Alberto Caeiro foi um dos heterónimos mais estimados por Fernando Pessoa e, por isso, decidimos incluir nesta lista a sua antologia poética. Aqui podes descobrir todos os poemas publicados nas obras “O Guardador de Rebanhos”, “O Pastor Amoroso” e “Poemas inconjuntos”, escritos no início do século XX. Imperam a simplicidade e a sensibilidade e refuta-se a reflexão profunda — afinal de contas, “pensar é estar doente dos olhos”. Download aqui.

Editado originalmente em 1892, em Paris, é um dos livros essenciais das letras e da poesia nacionais. É um livro triste, feito “de poemas amargos” — o próprio autor afirmou ser este “o livro mais triste que há em Portugal”. Mas merece ser lido pelas novas tendências da poesia que apresenta, com uma linguagem mais simplista e vários coloquialismos. Download aqui .

É talvez o livro menos conhecido desta lista mas merece o lugar de destaque, principalmente por ter sido uma obra inovadora na época em que foi editado (1917). É um livro denso, com uma escrita que pode ser comparada à de Dostoiévski ou Kafka, assente numa narrativa filosófica e existencialista. Não existe propriamente um enredo mas sim uma reflexão constante sobre a angústia e a morte. Download aqui .

Como ficar rico

5 dicas de como ficar rico rápido e conquistar o sucesso que sempre quis

Ficar rico investindo é possível

Assista agora mais de 50 videoaulas gratuitas do básico ao avançado.

Quando pensamos em conquistar a tão sonhada independência financeira, um dos maiores desejos é: descobrir como ficar rico e ter uma vida confortável.

São diversas as formas procuradas: como ficar rico sem trabalhar, ficar rico na internet, livros que contam a história de pessoas pobres que ficaram ricas e até absurdos como fazer um pacto para ficar rico.

O que as pessoas não sabem é que a receita básica para alcançar esse objetivo é muito mais simples e está ao alcance de todos.

Para ficar rica, uma pessoa não precisa de mágica ou sorte, mas de uma mudança de hábitos e ela se resume em 5 etapas:

  1. Economizar dinheiro.
  2. Poupar dinheiro.
  3. Procurar novas fontes de renda.
  4. Substituir maus hábitos.
  5. Investir bem suas economias.

Essa é a regra fundamental para quem sonha em ficar rico: de nada adianta ganhar muito dinheiro, se você gasta muito dinheiro. Para ficar rico é preciso poupar, aumentar sua renda e patrimônio, e ter controle para não gastar mais do que deveria e atrapalhar o crescimento do seu patrimônio.

Então, veja a seguir as principais mudanças de hábitos para saber como ficar rico e dicas práticas que podem te ajudar a conquistar seus maiores sonhos investindo.

Como ficar rico
economizando dinheiro

O primeiro passo para ficar rico é óbvio: gerar mais dinheiro do que você gasta. E a maneira mais básica de fazer isso é tendo um bom controle financeiro e economizando. Para colocar isso em prática, você precisa conhecer bem a sua renda e as suas despesas.

Saber quanto você recebe após os descontos, quais são suas despesas fixas e avaliar onde é possível diminuir gastos é essencial.

Inicialmente, você pode pensar que economizar é muito difícil, mas com algumas mudanças básicas no dia a dia, você verá que pode sobrar bem mais no fim do mês:

  • Compare preços de diferentes supermercados e marcas.
  • Faça uma lista de compras e evite comprar produtos fora dela.
  • Tome cuidado com as falsas promoções e confira se o desconto realmente vale a pena.
  • Evite gastos desnecessários, como lanchinhos e sobremesas.
  • Não faça compras por impulso.
  • Compre à vista, ao invés de usar o cartão de crédito.
  • Avalie a possibilidade de pegar uma carona ou ir a pé para o trabalho.
  • Troque bares e baladas por reunir os amigos em casa.
  • Cancele assinaturas de serviços que você não utiliza.
  • Fique atento a taxas de bancos e procure por contas gratuitas e cartões sem anuidade.

Outra dica interessante é fixar limites para os gastos, como um valor máximo para gastar com lazer, roupas ou salão de beleza e barbearia, por exemplo. Assim, você se força a não gastar mais do que o necessário.

Organize suas finanças ser um investidor de sucesso

Aprenda a fazer um planejamento financeiro inteligente

Como ficar rico poupando dinheiro

Poupar é diferente de economizar. E aprender a diferenciar essas duas etapas é um passo importantíssimo para transformar suas economias em algo realmente significativo.

Quando você economiza dinheiro, não necessariamente está poupando dinheiro. Pode ser que você economize em um dia e, no dia seguinte, gaste essa economia com outra coisa. Assim, você está economizando em algumas despesas, mas não está criando uma reserva financeira.

Por isso, depois de avaliar onde é possível economizar no dia a dia, você precisa aprender a poupar. Ou seja, guardar dinheiro efetivamente. Isso acontece quando você traça um planejamento financeiro e começa a poupar para alcançar um objetivo, seja ele a troca do carro, uma viagem ou a tão sonhada aposentadoria.

Uma forma interessante de começar a poupar é juntar dinheiro como se estivesse pagando uma conta.

Em vez de esperar que sobre dinheiro no fim do mês, você estabelece um valor mensal e o deposita em uma conta diferente da que você usa para os gastos do dia a dia, na mesma data em que paga suas contas principais. Assim, você torna sua poupança uma obrigação tão importante quanto qualquer despesa básica do seu orçamento.

A grana está curta e você não consegue poupar um valor considerável? Poupe uma quantia menor. Guarde, mesmo que um valor pequeno. Além de ter uma reserva financeira, você incorpora o hábito de poupar.

E mais uma dica: não se sabote. Programe aplicações automáticas logo que o salário cai na conta para não correr o risco de esquecer ou de gastar o dinheiro. Você pode fazer isso através de transferências programadas ou de investimentos que ofereçam essa possibilidade, como o Tesouro Direto, por exemplo.

Veja como investir no Tesouro Direto

Acesse o e-book com os melhores investimentos do mercado

“O mercado legal português apenas representa 44% do bolo geral do jogo online”

A maioria dos aficionados dos jogos e apostas online em Portugal tem atividade em sites não licenciados. O Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ), o regulador deste mercado, já foi informado que mais de 300 operadores trabalham no território à margem da lei, revela na jornal português Dinheiro Vivo, Rui Magalhães, CEO do Estoril-Sol Digital, empresa de jogos de cassino e apostas esportivas em plataforma eletrônica. Pandemia e raspadinha também preocupam.

O último estudo do mercado indica que 56% dos jogadores apostam em sites ilegais, uma tendência que um relatório de 2018 (um ano antes) já evidenciava, quando apontava para uma fatia de 75%. Legais no país estão 13 operadores, que exploram atualmente 22 licenças de jogo. Segundo os dados do SRIJ, a atividade licenciada gerou no ano passado receitas brutas da ordem dos 215 milhões. Em impostos, pagou 94,8 milhões.

Segundo as contas de Rui Magalhães, o mercado legal português “apenas representa 44%” do bolo geral do jogo online, estimando que os operadores sem licença tenham garantido no ano passado receitas brutas (valor que resulta do abate dos prémios ao total das apostas) superiores a 256 milhões de euros no país. O gestor sublinha ao Dinheiro Vivo que o Estado “terá deixado de arrecadar em impostos, proporcionalmente, um total de 120,6 milhões”.

Porque é que o jogo online ilegal é tão apelativo no nosso mercado? Para Rui Magalhães há duas razões fundamentais: o preço e a oferta de conteúdos. Os operadores ilegais já são velhos conhecidos dos apostadores (a oferta de jogos e apostas online tem quase 20 anos) e oferecem “preços muito mais atrativos, porque não pagam os elevados impostos do mercado regulamentado, nem têm qualquer limitação na oferta do produto”.

Neste capítulo, empresas licenciadas em Portugal já vieram defender a legalização de produtos como eSports, live-dealing, scratch-cards, entre outros. Rui Magalhães lembra que na vizinha Espanha, onde existem cerca de 50 operadores, o mercado vale quase quatro vezes o português e aí o peso dos ilegais anda entre os 15% e os 20%.

Apesar da concorrência desleal, o jogo online tem crescido em receitas e em número de operadores licenciados. No primeiro trimestre deste ano, as receitas brutas do setor atingiram os 69,8 milhões de euros, um aumento de 47,5% face ao período homólogo de 2019 e de 6,7% face ao último trimestre do ano passado.

O volume de apostas esportivas não acompanhou a tendência ascendente dos últimos trimestres, devido à suspensão de múltiplos jogos provocada pela pandemia do novo coronavírus. Assim, as apostas desportivas totalizaram 149,1 milhões nos três primeiros meses deste ano, uma quebra de 19,5% face ao trimestre anterior, mas um aumento de 13,5% quando comparado com o homólogo de 2019.

Em sentido inverso, o volume de apostas em jogos de cassino subiu para 960,8 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, um aumento de 57,9%, também derivado da atribuição de mais seis licenças. Face ao quarto período de 2019 registou-se um incremento de 12,7%. Nos primeiros três meses do ano, o Estado arrecadou 20,8 milhões em impostos, uma subida de 40,1% relativamente ao mesmo período de 2019.

Mas não é só o jogo online ilegal que preocupa Rui Magalhães, que antevê a possibilidade de a atividade ter em breve mais uma frente de “concorrência desleal”. O PCP tem uma proposta de alteração de lei que visa limitar a publicidade de jogo em meios como a televisão e a rádio, e onde defende regras como as existentes para o tabaco e bebidas alcoólicas.

Para o gestor, esta proposta levanta duas preocupações: o facto de os operadores ilegais não terem limitações a este nível, publicitando em meios digitais e até físicos; e ser um fator discriminatório face aos jogos da Santa Casa, nomeadamente à oferta Placard, jogo disponibilizado em quiosques e outros espaços físicos e também a nível digital.

Rui Magalhães defende que o jogo online poderá estar assim “perante uma situação de concorrência desleal, quer em relação à oferta ilegal quer em relação às apostas e jogos sob a marca Placard”.

Outra frente que parece difícil de vencer é a Raspadinha. Apesar das diversas denúncias feitas à tutela, este jogo social é vendido também online, “num formato em tudo similar à definição de uma slot machine e com jogos que apresentam, na sua grande maioria, motivos infantis, apelando ao público numa forma que é proibida pela lei que rege o jogo online”.

Para Rui Magalhães, a adesão dos portugueses à Raspadinha “é massiva e preocupante”, lembrando que é o jogo que mais vende em Portugal – em 2018, valeu 1,6 mil milhões de receitas -, “quase três vezes mais do que todos os cassinos físicos e operadores de jogos online legais”. E, isto, quando a Raspadinha é de fácil acesso e com um tempo de ciclo muito curto, em que em poucos segundos é possível saber o resultado e ativar os mecanismos psicológicos e psicoquímicos que potenciam a adição e os comportamentos de risco.

Adicione um comentário
Classificação
4.7
Betway
Bónus até 100€
Artigos relacionados
29-01-2020
Saiba como pode ver o Canal 11 online e em direto com a sua operadora
Saiba como pode ver o Canal 11 online e em direto com a sua operadora

Saiba como ver o Canal 11 online e em direto, quer esteja em Portugal ou no estrangeiro...

26-01-2020
22Bet Código Promocional
22Bet Código Promocional

O 22Bet tem alguns dos melhores bônus no mercado...

05-09-2020
JOGO, APOSTAS E DIREITO DESPORTIVO
JOGO, APOSTAS E DIREITO DESPORTIVO

O Departamento de Jogo, Apostas e Direito Desportivo, com larga experiencia neste domínio encontra-se habilitado a actuar sobre uma grande variedade de operações relacionadas com toda a dinâmica das actividades em questão, designadamente:...

11-09-2020
Casio España SL - Sucursal em Portugal
Casio España SL - Sucursal em Portugal

Rua Pólo Sul, Lote 1...

14-03-2020
Quais são os melhores sites para assistir futebol online e grátis? Lista 2019
Quais são os melhores sites para assistir futebol online e grátis? Lista 2019

Os anúncios da Primeira Divisão já dizem isso; “Não é futebol, é LaLiga” , algo que aqui na Espanha também podemos aplicar à Liga dos Campeões da UEFA, à Copa do Mundo da FIFA e até ao Premier da Inglaterra...

top